quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Quero-Quero faz ninho na festa de Zumbi

Pássaro não arreda as garras do ninho, em frente ao Monumento a Zumbi dos Palmares. No dia da Consciência Negra, suporta batucada, grupos de dança e curiosos para manter o lar no local. Até a Guarda Municipal foi chamada para proteger a família quero-quero.

Michael Sullivan ensina sucesso em palestra

Michael Sullivan compôs aproximadamente 1.400 músicas. Pelo menos uma centena delas estouraram nas paradas de sucesso, principalmente na voz de grandes nomes da MPB. Como poucos, conhece a fórmula para fazer o tão sonhado sucesso na música. Neste vídeo, ele lança livro escrito pelo professor Mario Manhães, o publicitário André Dias e o jornalista Rodrigo Sullivan, que - como o sobrenome sugere - é também seu filho. A publicação explica o marketing  que o músico fez para viver tanto sucesso. Agora, Sullivan se prepara para fazer palestras sobre o tema.

Adivinhe quem vem para o café?

Esta é a história do pássaro que todo dia faz o desjejum na Adega Portugália, no Largo do Machado, no Rio de Janeiro. Um garçom o serve em frente ao bar. O pedido: manjubinhas ou sardinhas. Às vezes, ao longo de mais de um ano, o freguês faz uma presença e leva a namorada.

sábado, 19 de outubro de 2013

Cinelândia, praça de guerra







Está é a incrível sequência de fotos e vídeos feitas pelo fotógrafo Alex Ribeiro durante um dos mais violentos confrontos desde junho entre PMs e black blocs. No meio da confusão, tem Batman, Homem Aranha, romance, um cara procurando vendedor de cerveja e muita bomba de gás lacrimogêneo. Nos confrontos, no segundo vídeo, a impressionante batalha das pedras portuguesas: manifestantes forçam o recuo do Batalhão de Choque e comemoram a vitória parcial. No revide, a PM prende suspeitos, como no vídeo 4. Veja.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

O carioca da Época Colonial já se deslumbrava com a paisagem mais famosa do Brasil. D.Pedro I já vislumbrou o potencial do ponto turístico durante visita em 1824. Mais tarde, para proteger visitantes do sol, construiu-se mirante de 13 metros e meio de diâmetro. Construção do Cristo Redentor em 12 de outubro de 1931 deu novos contornos ao Morro do Corcovado. O antiquário Fernando França Leite conta um pouco desta história com fotos de seu acervo. O vídeo dura 1 minuto, aproximadamente.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Olha os black blocs aí de novo

O fotógrafo Severino Silva, que colabora com esta página, conta aqui um pouco sobre as fotos que fez durante o confronto entre a Polícia Militar e manifestantes black blocs pelo Centro do Rio de Janeiro. O embate aconteceu no dia 7 de outubro de 2013, logo depois da manifestação pela Defesa da Educação, na Cinelândia. No rastro de destruição, o faro do Severino para a cobertura de distúrbios urbanos.

Antes da batalha, fogos e até dancinha

Antes da batalha, a manifestação em Defesa da Educação se dividiu em duas partes. Os black blocs, reunidos nas escadarias da Câmara de Vereadores, passaram a gritar palavras de ordem e a soltar fogos. Já os professores se agruparam na Avenida Rio Branco, com carro de som e bandinha. Manifestantes dançavam com muita disposição imitando os passos de Michael Jackson.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Tim Maia: Cadê o retorno na Via Dutra?

Sabe o que Tim Maia diria se passasse hoje pela Via Dutra? Ele perguntaria pelo retorno. Fiz este vídeo mostrando como o cantor, que ficou marcado por pedir o retorno de som nos palcos, reagiria caso tivesse de percorrer 25 quilômetros e passar por seis municípios para fazer a volta. No fim do vídeo, uma frase resume tudo: "Sacanagem me colocarem numa furada dessas."

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Santa ousadia, Batman! Nem debaixo de ataque de gás lacrimogêneo, as professoras param de pedir para tirar fotos com o Homem Morcego. Durante os protestos contra a aprovação do novo plano de carreira para a categoria, o protético Eron teve de manter a calma. Afinal, o rapaz virou uma espécie de símbolo da luta dos professores. Mas quando o bicho pegou mesmo, veja neste vídeo o que ele fez.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O Rio no tempo dos dirigíveis

Conheça o hangar do Zeppelin, no Rio, um dos mais bem preservados no mundo. Edificação pertence hoje à Aeronáutica. Veja neste vídeo como era o Rio de Janeiro no tempo dos dirigíveis. No Acervo Fernando França Leite, há fotos dos dirigíveis nos principais pontos turísticos da cidade, além de propaganda da época.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

"Every breath you take' no Largo do Machado


Na volta de uma gravação, reencontrei o músico Will do Violino, no Largo do Machado. Ele tocava "Every breath you take", grande sucesso do The Police nos anos 1980. Como estava com o equipamento na mão, aproveitei para registrar mais um instante da cidade. Muita gente parava para ouvir a nova roupagem daquela canção. Mesmo os mais apressados, viravam-se até o quanto podiam para observar a apresentação. No vídeo, você vai reparar que alguns parecem viajar em pensamentos para bem longe dali.  Talvez lembrassem de alguém perdido no passado. Veja.

sábado, 17 de agosto de 2013

O encontro de dois protestos

O que acontece quando duas manifestações se encontram? Mais protestos, é claro. Quinta-feira, dia 15 de agosto de 2013, os que ocupam a entrada da Câmara de Vereadores reclamaram do pedido de silêncio feito pelo movimento "Fora Cabral", que queria dar um informe. Os militantes não queriam parar uma roda de samba. Neste vídeo, um pouco dos bastidores da onda de manifestações que acontece desde junho no Rio de Janeiro.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Manifestantes cantam "Carinhoso" para Cabral


Nas manifestações contra o governador Sergio Cabral, também há espaço para o bom humor. Editei este vídeo com fotos feitas por Severino Silva há dois dias, em 12 de agosto de 2013. Os jovens cantam "Carinhoso" para Cabral, com letra adaptada, tipo "... e os meus olhos ficam ardendo...", em alusão as bombas de gás lacrimogêneo. Mas, mesmo os versos originais, compostos por João de Barro, se encaixam como trilha sonora para as manifestações contra o governador, como mostra a edição. Neste papo com Severino, que cobre com assiduidade a atual onda de protestos, há outro momento curioso. Os manifestantes cantam "Marcha soldado cabeça de papel" para os PMs que os seguem pelas ruas da cidade a caminho do Palácio Guanabara. Até os policiais, segundo Severo, acham graça.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Um inverno para não se esquecer no Rio

Os primeiros 40 dias do inverno foram de arrepiar no Rio. Impulsionada pelas manifestações no fim do outono, a estação começou com a "temperatura" lá em cima. Os protestos se voltaram contra o governador Sergio Cabral e se tornaram rotinas no Centro e, sobretudo, na Zona Sul. O cenário esquentou com a Copa das Confederações, que trouxe a atenção da mídia internacional. A vitória da Seleção Brasileira, embalada por um hino cantado a plenos pulmões, foi histórica em um Maracanã rejuvenescido. Na sequência, o papa Francisco e a Jornada Mundial da Juventude levaram 3,7 milhões de pessoas à missa final, o maior evento já realizado no País. Foi mesmo de arrepiar. O som que vem das ruas, no instrumento de Will Violino, em apresentação no Largo da Carioca, serve como trilha para este vídeo de 2 minutos e 46 segundos. 

terça-feira, 23 de julho de 2013

PMs e manifestantes duelam com câmeras

Policiais e manifestantes se filmam após distúrbios em Laranjeiras. É um querendo mostrar o que o outro está fazendo. Você vigia e é vigiado. Os jovens acusavam PMs à paisana de terem agredido pessoas na calçada. PMs fardados, porém, foram acusados de só olhar a agressão. Daí a indignação dos jovens. Em outro momento, manifestação se prolongou pela madrugada na delegacia. Jovens exigiam a libertação de integrantes da passeata, realizada mais cedo, que terminara em distúrbios perto do Palácio Guanabara. Lá o papa Francisco se encontrara com o governador Sergio Cabral e a presidente Dilma Rousseff.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

O passo-a-passo do "Fora Cabral"


Parecia um filme. Desde o início da concentração no Largo do Machado, todo mundo já sabia como terminaria o roteiro: em confusão. Manifestantes usaram um projetor para escrever frases contra o governador Sergio Cabral na fachada do Palácio Guanabara. O conflito começou quando fogos foram lançados na direção da sede do governo. A Polícia Militar reagiu. Quem só queria protestar teve de correr muito. Bombas de gás foram lançadas até contra os prédios no Flamengo e em Laranjeiras. Este vídeo, de 5 minutos, é um compacto da concentração até a correria.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Para espanhóis, Hino Brasileiro foi o melhor

Para os espanhóis, o melhor momento da Copa das Confederações não foram os gols de Neymar ou as jogadas de Iniesta, mas a execução do Hino Nacional Brasileiro. Pesquisa apontou os seis melhores momentos. O hino brasileiro ficou com 28% dos votos.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

A mulher mais feia do Brasil



Já pensou ser considerado sinônimo de feiura? Deve ser horrível. Em 1996, encontrei-me com Zezé Macedo, apontada como a mulher mais feia do Brasil. Perguntei como era viver com este título pavoroso. Ela me explicou como tirou proveito da situação e deu a volta por cima. Neste vídeo de dois minutos e meio, relato os seus argumentos. Assista.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Tapete de sal no tempero para a JMJ


Sempre tive curiosidade sobre esses tapetes de sal. Na madrugada deste 30 de maio de 2013, estive no Centro de São Gonçalo para acompanhar como se faz o maior tapete de sal da América Latina. O pessoal começa a chegar por volta das 17h do dia anterior ao da procissão. Para confeccionar os desenhos, os fiéis adicionam corantes ao sal grosso. Com o apoio de moldes, fica mais fácil executar criar formas e mensagens. Este ano a Igreja Católica forneceu 50 toneladas de sal grosso e dois mil quilos de serragem (utilizadas nas margens) para produzir os 240 quadros. No dia da festa, a procissão de Corpus Christi passa sobre o tapete e o dissolve. Uma festa! Os jovens eram os mais animados. Afinal, estão nos preparativos finais da Jornada Mundial da Juventude, de 23 a 28 de julho, aqui no Rio de Janeiro, quando receberão o papa Francisco. Diga-se de passagem: nunca um argentino foi tão aguardado no Brasil. A jornada esteve presente em grande parte dos tapetes. Neste vídeo, a secretária Mayara Costa explica um pouco sobre a arte de produzir os famosos tapetes que colocam São Gonçalo em destaque nas américas.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

A última missão


Após a guerra, pilotos se reuniam todos os anos para um brinde. Pela primeira vez, ninguém apareceu


Um grupo de rapazes bebia alegremente no pub, quando alguém decidiu: “Está tão legal. Vamos nos ver todos os anos neste mesmo lugar para selar nossa amizade.” E assim, eles passaram a se reunir e a brindar naquela data. Até que um dia apenas um velhinho apareceu para brindar a amizade.
Ouvi essa história durante uma aula, ainda na faculdade, e sempre a tive como exemplo de uma grande amizade. No dia 22 de abril, pude testemunhar caso semelhante. Na festa da comemoração do Dia da Aviação de Caça, pela primeira vez, desde 1945, nenhum dos pilotos que combateram na Segunda Guerra Mundial esteve presente. Apenas dois veteranos ainda vivem: os brigadeiros José Carlos de Miranda Corrêa e Rui Moreira Lima, mas - ambos doentes - não puderam comparecer.
Um dos símbolos da amizade entre os pilotos do famoso Senta Pua era a encenação da “Opera do Danilo”. Nada mais do que o incrível relato de Danilo Marques Moura, piloto que, depois de abatido, caiu de pára-quedas nas linhas inimigas. Por um mês, fez tudo ao contrário do que ensinava o manual militar. Andava na estrada principal durante o dia e chegou ao cúmulo de pedir cigarro a um oficial alemão. No salto, como havia mordido a língua, tornava indecifrável qualquer coisa que falasse, sem levantar suspeitas entre os alemães.
Ao chegar ao lado aliado, encenou com os companheiros a aventura. A parodia chegou a render, após a guerra, apresentação memorável no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Todos os anos, os pilotos repetiam a encenação no Dia da Aviação de Caça.
Nas comemorações deste ano, jovens pilotos, em respeito à tradição, apresentaram a peça, mas pela primeira vez sem a presença dos personagens reais da histórica missão. Na exibição, homenagem ao brigadeiro José Meira de Vasconcelos, que morreu de infarto em março.
Meira era conhecido como O Garoto - Referência à aparência juvenil quando desembarcou na Itália, aos 21 anos, porém com cara de menino de 15 ou 16 anos. Conheci o brigadeiro em 2009, quando fiz série de reportagens sobre os 70 anos do início da Segunda Guerra Mundial.
Na ocasião, convidei-o a visitar um P-47, o avião com o qual os pilotos brasileiros aranhavam os céus italianos em busca dos alvos alemães. Foi comovente vê-lo contemplar a aeronave no Museu da FAB, no Campo dos Afonsos. Lembrou-se de como se puxava um pedal de apoio na lateral do modelo, para impulsionar a entrada na cabine. No interior, segurou o manche. Parecia que não estava mais ali. “A sensação é de que estou em 1945 e vão abrir o hangar para eu decolar. Estou voltando no tempo...” Parecia, de novo, um garoto.






terça-feira, 23 de abril de 2013

A primeira vez sem herois

Os 70 anos da Aviação de Caça brasileira foram marcados não apenas pelo fato de ser uma data redonda. O ministro da Defesa, Celso Amorim, e o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, compareceram para valorizar a cerimônia. Mas, apesar dos esforços, foi a primeira vez que o evento não contou com nenhum dos pilotos veteranos do Senta Pua!, o grupo de caça brasileiro que realizou missões espetaculares nos campos da Itália, na Segunda Guerra Mundial. Os últimos três vivos estão doentes. Veja a exibição de alguns caças e o lançamento de bombas no campo de treinamento da Base Aérea de Santa Cruz. 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Chocolate quente vale até no verão em Penedo



Penedo é hoje um dos bons destinos para descanso da rotina no Rio de Janeiro. A estrada é boa, a Via Dutra, e é relativamente perto do Rio. Este vídeo é sobre um passeio rápido pelas terras finlandesas. Por lá, encontrei João Pedro, um garotinho que se apaixonou pela Cidade dos Duendes. O guri é engraçadíssimo. Veja o vídeo.

sábado, 9 de março de 2013

Mulheres pedem mais orgasmos na Lapa



Rodando pelo Rio, você se depara com muitas atrações. Estas mulheres queriam mais e mais e mais... Mas calma, pessoal. Eram apenas atrizes num protesto contra o fundamentalismo religioso.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Pastor brasileiro contra roqueiros argentinos

Gente, parece ser o combate do século: um pastor evangélico contra uma banda de rock argentina. O palco da luta é o Largo do Machado. Desta vez, o público carioca ficou do lado dos argentinos. Segundo os seguidores do religioso, as pregações costumam mesmo pegar fogo.

Passageira discute ao descer em rua alagada


Chuva forte no Rio deixa em 15 minutos várias ruas alagadas na Zona Sul. Numa delas, passageira discute com taxista por descer na água. Carro passa e arremessa os outros veículos uns contra os outros. É o salve-se quem puder. Veja o vídeo.

domingo, 3 de março de 2013

Assim nasceu o primeiro carioca

O professor Milton Teixeira revela neste vídeo, que gravei há dois anos, como nasceu o primeiro carioca e quem era o pai. O moleque, porém, não permaneceu muito tempo pela Cidade Maravilhosa. É melhor ver o vídeo para entender por que justamente o primeiro carioca, que nasceu perto do Pão de Açúcar, deixou logo a terra natal.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Programa de beleza no Youtube bate audiência da TV

O Youtube registrou ano passado 1 trilhão de visualizações de vídeos. É coisa paca. Segundo Alvaro Paes de Barros, o homem do portal no Cone Sul, durante debate hoje no Rio Content Market, é como se cada habitante do planeta tivesse assistido a 140 vídeos no ano. Ele lembrou que em 2016 os vídeos vão consumir 90% da banda larga. Os 10% restantes serão para fotos, textos, gravuras e outros arquivos. Para ele, a internet funcionará como plataforma para novos canais de TV. Ele citou casos como o da jovem Michele Phan, que dava dicas de beleza em vídeos caseiros. O Youtube apostou nela e seus acessos dispararam. Em comparação, um programa de sucesso sobre o mesmo tema na TV americana por assinatura alcança 700 mil espectadores, a metade da audiência que Michele registra na internet.

Em um minuto e meio de filme: 85 autorizações de imagem

É provável que você pense um dia escrever um livro. Talvez até seja uma biografia sobre personagem que você acha interessante. Mas com a atual Lei do Direito Autoral (9.610/98) você não imagina o quanto a realização dessa obra lhe trará aborrecimentos. O tema entrou em debate quarta-feira no Rio Content Market. É desanimador o relato de Clélia Bessa, da Raccord Produções, que produziu o documentário sobre Cartola. Ela selecionou um trecho do filme no qual aparece o cantor e vários amigos e há cenas do Brasil dos anos 50 e 60. Apesar de só durar um minuto e meio, a sequência precisou da assinatura de 85 pessoas para fazer parte do documentário. A parte burocrática do filme demorou dois anos para colher autorizações. E quanto mais demorava para se fazer o documentário, mais complicava. Se alguém morria, o pedido de autorização para o uso de imagem passava a ser feito aos herdeiros. Mais gente pra assinar. O curioso é que a luz no fim do túnel para o problema é um projeto de lei que libera a biografia de pessoas públicas. O autor é Antonio Palocci, justamente alguém que poderia ser alvo de alguma biografia não-autorizada.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Neymar dá mais ibope do que Justin Bieber e Lady Gaga


Neymar dá mais ibope do que
Justin Bieber e Lady Gaga

Muita gente se pergunta se vale a pena postar vídeo no Youtube e aderir ao Ad Sense, o sistema que remunera o autor do vídeo pelo número de visualizações. Se você consegue uma sequência de virais, aqueles vídeos que todo mundo manda para o amigo ver, o serviço pode render um bom dinheiro. Veja o caso da TV Santos no Youtube (ilustração: reprodução da internet).

Em debate hoje no Rio Content Market (20/02/2013), o maior evento para produtores de vídeo do Brasil, o responsável pela TV Santos, Arnaldo Hase, falou do sucesso do canal do Peixe no Youtube. Em 37 meses, já foram 73.315.093 visualizações de vídeo. Trocando em miúdos, ou melhor, em dinheiro, o clube faturou 11.500 dólares em 2011. Ano passado, papou 65 mil dólares. A previsão para este ano é abocanhar 250 mil dólares. A grana paga todos os custos da produção. Afinal, a TV Santos posta os vídeos na internet e só conta com quatro funcionários, todos com carteira assinada.

Quem anda puxando tanta audiência é, óbvio, o astro do time, Neymar. Segundo Arnaldo, um poderoso portal brasileiro o informou que o craque dá mais audiência do que Justin Bieber e Lady Gaga. A fórmula do sucesso é simples: cenas dos bastidores do clube santista. As brincadeiras de Neymar & Cia acabam por se transformar em virais. Um dos campeões é o vídeo no qual Neymar bate bola com Ganso (quando ainda era do Peixe) no vestiário. Deu 3,7 milhões de acessos (link http://youtu.be/nWcYSYrOFu8).

O bom desempenho da garotada santista fez a TV Santos se tornar a quarta em audiência entre os clubes no mundo dentro do portal de vídeos. A TV do Barcelona é a primeira, mas tem muito mais tempo de existência, com 142 milhões de acessos.
O lucro para o Santos é maior se contabilizada a exposição da marca. Para se ter uma ideia, as filmagens nos bastidores - depois de selecionadas - são repassadas às TVs. Na segunda-feira passada, por exemplo, o Globo Esporte usou seis minutos dessas imagens. Na decisão do Mundial em 2011, a Nikon TV, do Japão, usou 38 minutos do material gerado pela equipe santista.

Outros exemplos
No mesmo evento,  o apresentador da TV Timão, Carlos Carreiras, anunciou que a nova parceira do Corinthians é a Band, que substitui a TV Mais. A TV Corinthians passa na Oi e já negocia para entrar na NET. O coordenador de Audiovisual do Fluminense, Eduardo Albuquerque, informou que a Flu TV está mais focada em estimular a torcida a comparecer aos jogos. Trabalha em campanhas como a "Decida o Tetr4", que aumentou consideravelmente a presença de torcedores no returno do Brasileiro.

Imagem em 4K na Copa
Outra informação importante hoje no Rio Content: a Fifa estuda se transmitirá a Copa de 2014 em 8K. O que isso significa? Bem, já estamos acostumados com o full HD, essas TVs de Led gigantes, com 1920 x 1080. Mas é raro você ver produções em 4K, a não ser que vá ao cinema. Imagina, então, a qualidade de uma imagem em 8K. Outras opções em debate são o 3D (já testado na Copa da África) e o 4K, a tal tela de cinema.

A informação é do responsável pela Fifa TV no Brasil, Sven Shaeffner, em palestra no Rio Content. Sven informou ainda que a  Fifa contará com 32 equipes de reportagem para a Copa do Mundo, além de outras nove só para cobrir as histórias em torno do povo brasileiro.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

No mar, pedidos pelas vítimas de boate

Ao acompanhar o fotógrafo Severino Silva, para o curta que estou finalizando sobre o seu trabalho, fiz este vídeo na barca que levou seguidores da umbanda e do candomblé à cerimônia no mar, na entrada da Baía de Guanabara. Os fiéis fizeram pedidos pelas vítimas na boate em Santa Maria.

sábado, 19 de janeiro de 2013

Andando de "lancha" na Rua do Catete

Filmei isto no dia do temporal de 17 de janeiro. Esta área é uma das mais baixas no Catete e ficou muito alagada. O único jeito era passar de ônibus, que se transformou quase numa lancha. Uma turista espanhola perguntou: "Por isto que é Rio de Janeiro?"

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Dá para fazer turismo no Rio com chuva?

Sem o sol, o jeito foi transformar o mau tempo em atração no Rio. Confira imagens do mar agitado no Mirante do Leblon.

O vampiro de Čelákovice: uma história arqueológica real

A descoberta do esqueleto de um suposto vampiro, enterrado de uma forma que não pudesse voltar das trevas, segundo a crença, fez uma pequena...