sábado, 19 de outubro de 2013

Cinelândia, praça de guerra







Está é a incrível sequência de fotos e vídeos feitas pelo fotógrafo Alex Ribeiro durante um dos mais violentos confrontos desde junho entre PMs e black blocs. No meio da confusão, tem Batman, Homem Aranha, romance, um cara procurando vendedor de cerveja e muita bomba de gás lacrimogêneo. Nos confrontos, no segundo vídeo, a impressionante batalha das pedras portuguesas: manifestantes forçam o recuo do Batalhão de Choque e comemoram a vitória parcial. No revide, a PM prende suspeitos, como no vídeo 4. Veja.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

O carioca da Época Colonial já se deslumbrava com a paisagem mais famosa do Brasil. D.Pedro I já vislumbrou o potencial do ponto turístico durante visita em 1824. Mais tarde, para proteger visitantes do sol, construiu-se mirante de 13 metros e meio de diâmetro. Construção do Cristo Redentor em 12 de outubro de 1931 deu novos contornos ao Morro do Corcovado. O antiquário Fernando França Leite conta um pouco desta história com fotos de seu acervo. O vídeo dura 1 minuto, aproximadamente.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Olha os black blocs aí de novo

O fotógrafo Severino Silva, que colabora com esta página, conta aqui um pouco sobre as fotos que fez durante o confronto entre a Polícia Militar e manifestantes black blocs pelo Centro do Rio de Janeiro. O embate aconteceu no dia 7 de outubro de 2013, logo depois da manifestação pela Defesa da Educação, na Cinelândia. No rastro de destruição, o faro do Severino para a cobertura de distúrbios urbanos.

Antes da batalha, fogos e até dancinha

Antes da batalha, a manifestação em Defesa da Educação se dividiu em duas partes. Os black blocs, reunidos nas escadarias da Câmara de Vereadores, passaram a gritar palavras de ordem e a soltar fogos. Já os professores se agruparam na Avenida Rio Branco, com carro de som e bandinha. Manifestantes dançavam com muita disposição imitando os passos de Michael Jackson.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Tim Maia: Cadê o retorno na Via Dutra?

Sabe o que Tim Maia diria se passasse hoje pela Via Dutra? Ele perguntaria pelo retorno. Fiz este vídeo mostrando como o cantor, que ficou marcado por pedir o retorno de som nos palcos, reagiria caso tivesse de percorrer 25 quilômetros e passar por seis municípios para fazer a volta. No fim do vídeo, uma frase resume tudo: "Sacanagem me colocarem numa furada dessas."

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Santa ousadia, Batman! Nem debaixo de ataque de gás lacrimogêneo, as professoras param de pedir para tirar fotos com o Homem Morcego. Durante os protestos contra a aprovação do novo plano de carreira para a categoria, o protético Eron teve de manter a calma. Afinal, o rapaz virou uma espécie de símbolo da luta dos professores. Mas quando o bicho pegou mesmo, veja neste vídeo o que ele fez.

O vampiro de Čelákovice: uma história arqueológica real

A descoberta do esqueleto de um suposto vampiro, enterrado de uma forma que não pudesse voltar das trevas, segundo a crença, fez uma pequena...